Como manter o relacionamento com seus clientes investindo pouco

Relacionar-se é, sem duvida, a melhor forma de manter a sua marca na mente de seus clientes. Muitos autores renomados dizem que o relacionamento é “a prática da construção de relações de longo prazo com partes-chave […] para reter sua preferência e negócios a longo prazo” (Kotler, 1998. p.30). Ou que o relacionamento é “essencial ao desenvolvimento da liderança no mercado, a rápida aceitação de novos produtos e serviços e a consecução da fidelidade do cliente” (Bogmann, 2002. p.23).

 O relacionamento é baseado na premissa de que os clientes importantes precisam receber atenção contínua. […] O custo de atrair novos clientes é cinco vezes maior que o custo de manutenção do cliente atual. Philip Kotler (1998 p.619).

Na teoria, tudo funciona como uma verdadeira engrenagem! Já na prática as dificuldades são bem maiores, e além de tudo o orçamento sempre é menor do que gostaríamos para realizar as ações de relacionamento que foram pensadas e programadas.

Você com certeza continuará se relacionando com seus clientes, então veja o que é fundamental para seguir planejando as suas ações com sucesso.

1.   Conheça sua verba

Antes de começar a planejar, determine qual será o orçamento. Saiba quanto você tem disponível e qual a reserva de contingência para necessidades não previstas. O importante é não entrar em desespero e evitar frustrações ao planejar algo que não se encaixe no budget disponível.

 

2.   Aceite seu orçamento

Existem diversas formas de desenvolver um evento de relacionamento de sucesso, mesmo com recursos limitados. Considere mudar o escopo do evento e procure opções mais econômicas, sempre considerando os objetos do evento. Reduza as despesas consideradas acessórias, por exemplo: seu convidado não vai deixar de comparecer porque o Vallet não é gratuito.

 

3.   Trabalhe com criatividade

Se o orçamento do buffet para um jantar ficou fora da sua realidade, que tal transformar o evento em um café da manhã? A dica é ter criatividade e jogo de cintura para adequar os objetivos do relacionamento aos recursos limitados, sem precisar comprometer a qualidade dos resultados.

 

Além disso, acesse aqui mais 3 ideias para reduzir seu investimento em relacionamento com clientes e fornecedores.

Não deixe a sua criatividade parada! Muito menos os seus clientes!

 

Referências:

Kotler, Philip. Administração de Marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 5.ed. São Paulo: Atlas, 1998.

Bogmann, Itzhak Meir. Marketing de Relacionamento: estratégias de fidelização e suas implicações financeiras. São Paulo: Nobel, 2002.


Gostou do texto?

Inscreva-se e receba as informações e novidades que estamos postando.

About Oduvaldo

Engenheiro, formado pela Mauá e com Pós em Administração pela FGV-SP. Sua experiência é decorrente da atuação na área comercial e logística de uma multinacional líder de mercado. Fundou a Replick, onde hoje é responsável pelas áreas de marketing, administrativa e logística. É diretor-conselheiro em duas instituições para crianças, adolescentes e jovens, uma direcionada para pessoas carentes e outra para deficientes intelectuais. Gosta de esportes, principalmente vôlei, pratica caminhadas e curte andar de bike pelas ruas da cidade de São Paulo. Tem Porto de Galinhas (PE) como a praia mais bonita do Brasil, que conheceu há 30 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *